Essa lista ficou incrível! Aqui está uma lista com 60 grandes títulos da literatura mundial, incluindo obras nacionais e latino-americanas.

Essa lista é uma forma de estimular a leitura dos clássicos, e também incentivar que os leitores e leitoras produzam suas próprias listas. E aí, quais você já leu?

1- Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley (1932)
2- A Revolução dos Bichos – George Orwell (1945)
3- Os Irmãos Karamázov – Fiódor Dostoiévski (1880)
4- Crime e Castigo – Fiódor Dostoiévski (1866)
5- O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry (1943)
6- Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis (1881)
7- Dom Casmurro – Machado de Assis (1899)
8- Guerra e Paz – Lev Tolstói (1867)

9- O Amor nos Tempos do Cólera – Gabriel García Márquez (1985)
10- Cem Anos de Solidão – Gabriel García Márquez (1967)
11- Grande Sertão: Veredas – João Guimarães Rosa (1956)
12- Primeiras Estórias – João Guimarães Rosa (1962)
13- A Hora da Estrela – Clarice Lispector (1977)
14- Hamlet – William Shakespeare (1609)
15- Ilíada – Homero (século VIII a.C.)
16- Odisseia – Homero (século VIII a.C.)
17- Os Buddenbrook – Thomas Mann (1901)
18- O Tempo e o Vento – Erico Verissimo (1985)
19- Vidas Secas – Graciliano Ramos (1938)

20- Os Miseráveis – Victor Hugo (1862)
21- Notre-Dame de Paris – Victor Hugo (1831)
22- O Pai Goriot (um dos principais livros de ‘A Comédia Humana’)– Honoré de Balzac (ca. 1829-1850)
23- Ilusões Perdidas (um dos principais livros de ‘A Comédia Humana’) – Honoré de Balzac (1843)
24- A Filha do Capitão – Alexander Pushkin (1836)
25- O Jogo da Amarelinha – Júlio Cortázar (1953)
26- Bonequinha de Luxo – Truman Capote (1958)
27- A Dama do Cachorrinho e outros contos – Anton Tchekhov (1889)
28- O Caçador de Pipas – Khaled Hosseini (2003)
29- O Aleph – Jorge Luis Borges (1949)
30- Pedro Páramo – Juan Rulfo (1955)
31- Ensaio Sobre a Lucidez – José Saramago (2004)
32- Ensaio sobre a Cegueira – José Saramago (1995)

33- Um Delicado Equilíbrio – Rohinton Mistry (1955)
34- Os Vestígios do Dia – Kazuo Ishiguro (1989)
35- Ponciá Vicêncio – Conceição Evaristo (2003)
36- Quarto de Despejo – Carolina Maria de Jesus (1960)
37- Robinson Crusoe – Daniel Defoe (1719)
38- O Lobo da Estepe – Herman Hesse (1927)
39- Os Maias – Eça de Queirós (1888)
40- O Ateneu – Raul Pompeia (1888)
41- Triste Fim de Policarpo Quaresma– Lima Barreto (1915)
42- A Pedra do Reino – Ariano Suassuna (1971)
43- Macunaíma – Mário de Andrade (1928)
44- O Canto do Pássaro – Sebastian Faulks (1993)
45- Poemas Completos – Herberto Helder (2013)
46- A Parte que Falta – Shel Silverstein (1976)
47- O Hobbit ou Lá e de Volta Outra Vez – J. R. R. Tolkien (1937)

48- O Sol é Para Todos – Harper Lee (1960)
49- Canções da Inocência-Canções da Experiência – William Blake (1789)
50- Coração das Trevas – Joseph Conrad (1899)
51- Terra sonâmbula – Mia Couto (1992)
52- Livro do Desassossego – Bernardo Soares “Fernando Pessoa” (1913)
53- Feliz Ano Novo – Rubem Fonseca (1975)
54- O diário de Anne Frank – Anne Frank (1947)
55- Laranja Mecânica – Anthony Burgess (1962)
56- A Máquina de Fazer Espanhóis – Valter Hugo Mãe (2010)
57- Retrato de Uma Senhora – Henry James (1881)
58- Sermões – Padre Antônio Vieira (ca. 1679 – 1697)
59- O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald (1925)
60- O Retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde (1890)

Algumas dicas foram retiradas do site REVISTA PROSA VERSO E ARTE

RECOMENDAMOS



Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS