Quem já leu o livro “DIÁRIO DE ANNE FRANK” sabe que tudo o que é dito nos faz refletir a vida, levantar da cadeira e ir viver!

O livro é um depoimento da menina Anne Frank, que foi morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, que ainda emociona milhares de pessoas.

O seu diário narra seus sentimentos, seus medos, e as pequenas alegrias de uma garota judia que lutou junto da família para poder viver, mas sua luta foi em vão.

O livro foi lançado em 1947, e se tornou um dos livros mais lidos do mundo. É um relato tocante das atrocidades e dos horrores cometidos contra os judeus.

Aqui estão algumas frases especiais que você pode se inspirar, e usar para mudar a sua vida!

“Nunca mais recuarei diante da verdade; pois quanto mais tardamos a dizê-la; mais difícil torna-se aos outros.. ouví-la.”

“Enquanto puderes erguer os olhos para o céu, sem medo, saberás que tens o coração puro, e isto significa felicidade.”

“Viro o meu coração do avesso. O lado mau para fora, o bom para dentro e continuo a procurar um meio para vir a ser aquela que gostava de ser, que era capaz de ser, se…sim, se não houvesse mais ninguém no mundo.”

“Em cada censura há uma ponta de verdade.”

“Ao longo de todo o tempo em que aqui estive, ansiei inconscientemente – e por vezes conscientemente – por confiança, amor e afeição fisica. Este anseio pode variar em intensidade, mas está sempre presente.”

“Quem for feliz, torne também feliz os outros. Quem tem coragem e fé nunca perecerá na miséria.”

“As pessoas com mais idade já têm opiniões formadas sobre todas as coisas e já não vacilam, não hesitam perante as dificuldades da sua vida. A nós, os jovens, custa-nos manter-nos firmes nos nossos pareceres por vivermos numa época em que mostra pelo seu lado mais horroroso, em que se duvida da verdade, do direito, de Deus.”

“Acredito firmemente que a natureza pode trazer conforto a todos os que sofrem.”

Frases retiradas do livro. Imagem pelo Google.

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS