“A Cinco passos de você” foi lançado em março de 2019, e ainda está nos cinemas. Esse filme é um romance estilo “A culpa é das estrelas”, e quem, assim como eu, ama a história de Hazel Grace e Augustus Waters, vai curtir a história de Stella e Will.

Começo questionando: você aguentaria ficar sem tocar quem ama? O simples ato de Will a tocar, pode resultar na morte de Stella, então os dois devem manter uma distância de 6 passos, que serão reduzidos a cinco durante o filme. Muito mais que um amor de adolescentes presos à uma vida de ‘merda’, mas também temos uma lição de vida, de luta por simplesmente poder aproveitar enquanto a morte não chega.

Muitas vezes consideramos tão simples o ato do toque que nem valorizamos quando acontece. Mas e se, como os dois jovens do filme, você não pudesse? O toque nos acalma, nos aquece, e fortalece à medida que você precisa de confiança. Faz parte do amor, e do ‘querer bem’, e quando você, por motivo de doença, ou simplesmente pela morte não consegue mais tocar quem você ama, dói.

Acho que a maior lição desse filme é justamente valorizar momentos, amar ao máximo, viver e aproveitar a vida. E ao som de Medicine (Daughter), lutar contra algumas regras… Viva a vida, e assista o filme!

“Nós precisamos ser tocados por quem amamos quase tanto quanto precisamos do ar que respiramos.”

Sinopse de ADOROCINEMA:
Aos dezesseis anos de idade, Stella Grant (Haley Lu Richardson) é diferente da maior parte dos adolescentes: devido a uma fibrose cística, ela passa muito tempo no hospital, entre tratamentos e acompanhamento médico. Um dia, conhece Will Newman (Cole Sprouse), garoto que sofre da mesma doença que ela. A atração é imediata, porém os dois são obrigados a manter distância um do outro por questões de saúde. Enquanto Stella pensa em quebrar as regras e se aproximar do garoto da sua vida, Will começa a se rebelar contra o sistema e recusar o rigoroso tratamento.

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS