O aplicativo Be Okay dá suporte às pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade, como a Síndrome do Pânico, que atinge, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 9% da população brasileira.

A plataforma já conta com quase 50 mil downloads em todo mundo. Além de português, o app está disponível em outros idiomas como inglês, francês, espanhol, alemão e italiano.

O Be Okay foi criado pela especialista em Sistemas de Informação e desenvolvedora da Radix , Helena Leitão.

O aplicativo funciona como um aliado de bolso, que cabe na palma da mão e de uso bastante simples.

Durante o período de crise, é possível ao usuário consultar exercício de respiração, e também pode ver imagens que tranquilizam – que podem ser selecionadas previamente por ele mesmo – alem de acionar uma discagem rápida para pedir ajuda caso precise demais, entre outros recursos.

Além do socorro imediato, é possível fazer um histórico dos episódios, preenchendo um formulário com hora, duração, local e sintomas.

Assim você mantém um controle, e através desse acompanhamento, pode identificar gatilhos que deflagram a crise, determinar a periodicidade e a intensidade com que acontecem.

Claro que o aplicativo não substitui o acompanhamento médico. “Ele é uma ferramenta que pode ser usada em prol do tratamento junto a um profissional”, alerta a criadora do aplicativo.

“É muito gratificante ver que impactamos positivamente na vida de tantas pessoas no mundo inteiro… Fico muito feliz de ver o bem que o Be Okay tem feito às pessoas” ela afirma.

Ela assegura que dará prosseguimento à evolução da plataforma, conseguindo assim melhorar cada vez mais a vida de muitas pessoas.

Mais informações no site Bem Mais Mulher.

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS