Nos Estados Unidos, um casal ficou noivo durante a rara passagem do cometa Neowise, que só é visível a cada 6.800 anos. Um pedido muito romântico…

John Nicotera, de 33 anos, pretendia fazer o pedido à sua namorada Erica Pendrak, de 26, durante uma viagem ao estado do Oregon, mas a viagem teve que ser cancelada após a epidemia do coronavírus.

Os professores John Nicotera e Erica Pendrak se conheceram em uma rede social e vivem juntos há um ano e meio. John disse à imprensa americana que começou a pensar em pedir a namorada em casamento no fim do ano passado e que achou que a quarentena seria um bom teste para o relacionamento.

“Sinto que a fase de lua de mel do relacionamento pode ter passado e esse foi um grande teste. Descobrimos como lidar com os problemas um do outro, sabe?”, disse John à publicação INSIDER, e publicada no site do G1

John, que se auto-intitula um “viciado em espaço” e acompanha de perto as novidades da Nasa e da SpaceX, descobriu que o raro cometa estaria visível no hemisfério norte de 15 a 23 de julho.

Por saber do interesse do namorado por assuntos relacionados ao espaço, Erica não desconfiou que poderia ser pedida em casamento. “Ele realmente se interessa bastante pelo espaço”, disse Erica Pendrak, “então ele querer ver o cometa não era algo fora do comum”.

Logo apos o pôr do sol, John se ajoelhou: “Eu só lembro da quantidade de felicidade que passava por mim”, disse ele ao Insider. “Eu apenas pensava ‘estou apaixonado por essa garota, vou fazer isso’ ”.

As fotos do pedido foram tiradas por Tim Leach, fotógrafo e amigo de John.

Apesar das condições difíceis, Leach conseguiu capturar o momento: “Plano de última hora para uma memória que vai durar por toda uma vida”, escreveu ao publicar a foto em seu Instagram.

Pra quem adorou a ideia, vai ter que esperar um pouquinho em… só 6 mil anos rs

RECOMENDAMOS



Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS