Patrícia vive em Goiânia e desde cedo, se acostumou a ganhar medalhas e colecionar conquistas: já participou de sete eventos científicos nacionais e internacionais, entre eles o programa “Village To Raise a Child”, da Universidade de Harvard; além de guardar seis medalhas e nove menções honrosas de instituições educacionais como a Sociedade Americana de Meteorologia.

“Estudei boa parte da vida em escola pública”, afirma. Desde criança era considerada uma menina curiosa e devoradora de livros, começando a se interessar por ciência aos 12 anos.

Sua ideia buscar solucionar o problema da eutrofização: fenômeno causado pelo despejo excessivo de dejetos em rios e lagos, que ocasiona a presença excessiva de algas no ambiente, levando a falta de oxigênio na água e morte de animais.

Patrícia e seus colegas desenvolveram um projeto para o uso das sementes da planta Moringa Oleifera, que ajudam a reverter essa situação. Com esse estudo, o grupo conquistou torneios nacionais e internacionais.

A goiana resolveu continuar seu projeto após se formar no ensino médio, em 2017, trabalhando em maneiras de aplicar as propriedades da planta em larga escala.

whatsapp image 2019 03 26 at 44442 pm - Com 19 anos, brasileira coleciona prêmios com pesquisas de despoluição dos rios

Para se deslocar até as feiras e seminários internacionais, Patrícia realiza as campanhas de arrecadação online quando não consegue custear a viagem por conta própria. Além disso, as vezes conta com a ajuda de amigos. “Recebo ajuda de alunos e professores da Universidade Federal de Goiás.”

Incrível como suas pesquisas farão uma grande diferença nos rios do país, e inclusive nos rios da nossa própria Goiânia. Grande parte deles já se encontra em um triste estado de poluição, a ponto de cheirar mal à quilômetros.

A notícia é do site RAZÕES PARA ACREDITAR

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS