Atualmente, ouvimos muito sobre quais são os fatores que nos levam todos os dias a manifestar todos os tipos de doenças físicas. Fala-se de má alimentação, fatores climáticos e ambientais, fatores genéticos, mas um dos fatores mais importantes é deixado de lado quando se fala de causas prováveis de doenças comuns: o fator emocional.

As emoções que causam doenças realmente existem, nosso corpo sempre emite uma reação de acordo com o que pensamos, sentimos e fazemos. Desta forma, a conexão mente-corpo é dada.

Nosso corpo é muito inteligente e sempre nos adverte quando nossa mente não está em seu melhor estado; nós apenas temos que ser capazes de ouvir atentamente o que o nosso organismo está nos dizendo.

Emoções que causam doenças: 18 dores crônicas ligadas a estados emocionais
O guia a seguir tem como objetivo ensinar você a detectar que tipo de emoção pode estar causando sua dor ou doença crônica, para combater a doença desde o mais profundo.

1. Dores musculares
Este tipo de dor refere-se à nossa capacidade de fluir com as nossas situações diárias … Quão flexível você está sendo com cada situação em sua vida?

2. Dores de cabeça
As dores de cabeça estão relacionadas com a tomada de decisões … Você está deixando alguma decisão importante a tomar em sua vida? Relaxe, descanse, concentre-se e imediatamente tome conta da sua vida, tomando todas as decisões decisivas e necessárias, que devido ao seu adiamento não o deixam dormir à noite.

3. Dores no pescoço
Este tipo de dor está relacionado ao perdão … Se o seu pescoço ou áreas próximas a ele realmente doerem, sente-se e reflita sobre o que você precisa perdoar. Lembre-se que, às vezes, é necessário perdoar, não porque a outra pessoa mereça, mas porque merecemos estar livres desse fardo emocional.

4. Dor nas gengivas
Se falamos de emoções que causam doenças, a insegurança e a falta de compromisso estão sempre associadas à dor nas gengivas.

Suas gengivas doem? Analise cuidadosamente qual decisão importante você não está querendo tomar em sua vida por medo de não ser capaz de tomar conta dela depois.

5. Dor no ombro
A dor nos ombros está sempre associada à sobrecarga emocional em nós. Tente ser racional por um momento, a fim de decifrar o que é tão avassalador.

Lembre-se de que você não é um super herói; Não tente levar nas suas costas os problemas do mundo inteiro … Que todos sejam responsáveis por seus próprios inconvenientes.

6. Dores de estômago
Se você sofre cronicamente de dores de estômago sem razões nutricionais claras para sofrer com elas, é provável que você precise questionar seriamente o que é que você não consegue digerir muito bem em sua vida.

Os problemas gastrointestinais estão quase sempre relacionados a situações em nossas vidas que são difíceis demais para aceitar ou “digerir”.

7. Dor na parte superior das costas
Você sabia que a dor crônica na parte superior das costas nos diz o quão pouco sustentados nos sentimos emocionalmente?

Você pode se sentir muito sozinho em sua vida sentimental e emocional … se você é solteiro, pode ser hora de sair e encontrar um compromisso. Não ecapes a questão e faça isso agora!

8. Dor no sacro e cóccix
As dores nessa parte do corpo, geralmente associadas emocionalmente a situações que nos tensionam e nos preocupam. Se você puder identificar tal situação em sua vida, procure a solução para se livrar dela antes que isso o machuque mais, fisicamente e emocionalmente.

9. Dor nos cotovelos
A dor nos cotovelos é geralmente associada à resistência a mudanças. Se seus braços são muito rígidos, comece a se perguntar se você não está agindo com muita rigidez na sua vida … Talvez tudo o que você precisa seja ser um pouco mais flexível!

10. Dor nos braços em geral
É uma clara evidência de que há um enorme fardo em sua vida que não o deixa seguir em frente; pode ser uma pessoa ou uma situação particular.

11. Dor nas mãos
As mãos são nossos meios de contato com o que nos rodeia; comumente a dor das mãos geralmente está associada a algo que você deseja, mas por algum motivo está se tornando muito difícil chegar até você. Tente socializar mais, sair de casa e acima de tudo, não deixar você abatido pela decepção … o que você precisa sempre encontrará uma maneira de se manifestar em sua vida, não se desespere!

A dor das mãos também pode estar associada à dificuldade de deixar algo muito caro para você.

12. Dor nos quadris
Entre as emoções que causam doenças, a dificuldade em se adaptar às mudanças geralmente está diretamente associada à dor no quadril.

13. Dor muscular e articular
Esse tipo de dor costuma estar associado à falta de mobilidade e experiências; temer em face de novas aventuras e desafios … Atreva-se a viver ao máximo!

14. Dor nos joelhos
A dor nos joelhos costuma estar associada a uma demanda excessiva. Seja humilde e lembre-se de que você é humano; Não espere enquanto tudo correr perfeito.

15. Dor nos dentes
Se falamos de emoções que causam doenças, não podemos deixar de nos referir à dor nos dentes, quando não nos sentimos confortáveis diante de uma situação e não encontramos uma maneira de lidar com ela. Deixe tudo fluir, lembre-se de que tudo o que tem que ser será.

16. Dor nos tornozelos
Normalmente, a dor nos tornozelos é geralmente associada à falta de prazer em sua vida. Talvez seja hora de você começar a agradar um pouco mais, especialmente em áreas de relacionamento sentimental.

17. Dor que causa fadiga
É muito claro; Você se sente entediado, estagnado, cansado … não negue o que você sabe que é necessário para alcançar seu progresso, ouse ir atrás de seus sonhos!

18. Dor nos pés
A dor nos pés está sempre associada à depressão e ao mau humor. Os pés são pontos do corpo muito sensíveis, capazes de detectar imediatamente esse tipo de emoções negativas em nós.

Fonte indicada: Medicina Natural. Via Pensar Contemporâneo
ATENÇÃO: Este conteúdo tem caráter informativo e nunca deve ser usado para definir diagnósticos ou substituir a opinião de um profissional. Recomendamos que você consulte um especialista de confiança.

Matéria da Revista CONTI outra

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS