Foi descoberto recentemente por cientistas do Powdermill Nature Reserve, no centro de pesquisas do Museu Carnegie de História Natural da Pensilvânia, Estados Unidos, um raro pássaro, cujo lado esquerdo corresponde a uma fêmea e o lado direito a um macho.

O animal foi avistado no passado dia 24 de setembro, segundo relataram os cientistas do centro norte-americano, e pertence à espécie Pheucticus ludovicianus.

os cientistas explicam que a ave sofre de uma anomalia genética, conhecida como ginandromorfismo, que representa um mesmo organismo com características masculinas e femininas.

A diferença entre os dois lados da ave é claramente visível graças à cor da suas plumas: a sua asa do lado masculino é preta externamente e rosa internamente, ao passo que a asa parte feminina é castanha externamente e amarela internamente.

A condição genética deste animal é extremamente rara: a reserva norte-americano registou menos de dez espécimes, incluindo o agora anunciado, com ginandromorfismo durante os mais de 60 anos em que monitoriza esta espécie.

Annie Lindsay, responsável pelo programa de reserva, disse que todos os investigadores ficaram surpresos: “Toda a equipe ficou muito animada em ver tal raridade de perto (…) Um dos membros da equipa descreveu o achado como ‘ver um unicórnio”, disse ainda, citada pelo portal Popular Mechanics.

Sobre a capacidade de reprodução deste espécime, teoricamente, o animal pode fazê-lo se encontrar um macho, uma vez que o ovário esquerdo é, por norma, o funcional entre as aves e o lado esquerdo deste pássaro corresponde à parte feminina.

A natureza é mesmo impressionante!!! ZAP AEIOU.

RECOMENDAMOS



Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS