Os cuidados com a pele devem ser redobrados no verão. De acordo com a fisioterapeuta dermatofuncional Paula Mota, professora do curso de biomedicina da Estácio Belo Horizonte, as mudanças climáticas interferem na saúde da cútis.

“Dias muito quentes, ensolarados e a baixa umidade do ar tendem a ressecar a pele e causar seu envelhecimento. Portanto, é importante beber muita água e utilizar produtos hidratantes, de preferência cosmecêuticos que têm alta permeação.”

E para quem sofre com a pele oleosa? “Para quem tem a pele oleosa, atenção ao produto, busque um com menos ativos oleosos. O ideal é procurar um profissional habilitado, que fará um diagnóstico mais assertivo de acordo com as características e necessidades individuais”, explica a médica.

É importante adotar algumas medidas simples, como manter a pele seca, livre do suor, mas devidamente hidratada, beber bastante líquidos durante o dia, usar protetor solar e evitar as horas mais quentes do dia..

Após o banho é importante passar um creme hidratante fluido, pelo menos nas regiões onde a pele tende a ficar mais seca, como pés, joelhos, mãos e cotovelos, ajudando a manter a pele macia. Usar protetor solar diariamente é importante para evitar o envelhecimento precoce da pele e o seu ressecamento, além de evitar o desenvolvimento de doenças, como o câncer de pele, por exemplo. É importante evitar a exposição ao sol após a depilação, pois a pele fica mais sensível e há maior probabilidade de manchas.

Lembre-se de beber água sempre, e comer frutas que contenham muita água, como melancia, melão, abacaxi.

Mais informações em Estado de Minas (saúde)

RECOMENDAMOS






Textos que perfumam a alma e a vida.