Segundo pesquisas no campo da psicologia, conversar com pessoas queridas que foram embora pode ajudar a controlar a dor.

Alison Forti, professora assistente do departamento de consultoria da Wake Forest University, diz muito francamente a esse respeito:

“Conversar em voz alta com um ente querido que faleceu, tanto no cemitério quanto em casa, é útil para muitas pessoas no gerenciamento e processamento do luto”.

Conversar com os entes queridos, não tem nada a ver com um fenômeno, o do espiritualismo, que está se tornando cada vez mais popular. De fato, essas práticas não têm um objetivo terapêutico e, muitas vezes, são movidas por desejos e objetivos que não têm a ver com o luto.

Falar com nossos entes queridos, tanto sozinho quanto por uma mensagem, é um ato íntimo e amigável capaz de produzir efeitos benéficos.

Sherrie Campbell, psicóloga, explica como o gerenciamento do luto leva tempo e requer uma abordagem de que toda pessoa vive de uma maneira muito íntima e pessoal.

“Quando alguém é tirado de nós pela morte, leva tempo para o coração se libertar. Muitas vezes há muitas coisas, emoções e experiências não ditas que queremos continuar compartilhando “.

Por esse motivo, o Dr. Campebell sugere que os parentes mantenham esse diálogo, mesmo que pessoalmente ele venha a ser interrompido de maneira repentina e traumática.

O simples ato de conversar com os entes queridos, sentar-se e conversar com eles torna a ausência menos dolorosa, diminui a escuridão na qual aqueles que experimentam um luto repentino se vêem imersos. O psicólogo dá mais conselhos aos seus pacientes. É o de escrever cartas para permitir que os pensamentos e as emoções fluam sem inibições.

Segurar a dor com força, sem deixá-la seguir seu caminho, provoca uma aparente negação da mesma. Na primeira oportunidade, uma simples memória, voltará à mesma situação vivida no momento da perda.

Não se deve ter vergonha de falar com os entes queridos que se foram. E é bom pensar que de alguma forma esse diálogo os alcança.

Texto publicado no site ALICANTHE, traduzido e adaptado por nós.

RECOMENDAMOS



Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS