O estudo feito pelo professor Lawrence Whalley da Universidade de Aberdeen, docente emérito de saúde mental na Faculdade de Medicina e Ciências da Vida, examinou a saúde de gêmeos idênticos e revelou que mulheres inteligentes podem proteger seus maridos contra doenças degenerativas.

O pronunciamento foi feito durante uma palestra chamada Demência: Como podemos nos proteger? “O que nunca dizemos é o que ele precisa fazer para ter uma vida mais longa e se proteger da doença de Alzheimer e da demência: Ele deve se casar com uma mulher inteligente. Não há melhor amortecedor (para demência) do que inteligência!”, explicou o professor.

E ainda acrescentou que jogos intelectualmente desafiadores, como palavras cruzadas também contribuem e muito para afastar a demência e a doença de Alzheimer, fato que já foi abordado em pesquisas anteriores, por isso faria sentido que uma esposa que o desafiasse intelectualmente pudesse beneficiá-lo da mesma maneira.

Para ilustrar o estudo foram analisados alguns homens que mostravam sinais físicos de demência em exames cerebrais, mas que tinham mulheres espertas, não aparentavam sintomas algum.

A conclusão nesse sentido é que homens que valorizam a inteligencia de uma mulher em detrimento da sua beleza podem se beneficiar dela em caso de saúde mental.

Os homens precisam, por tanto, valorizar a companhia das mulheres inteligentes porque elas podem ser um fator importante na recuperação de doenças degenerativas no cérebro.

Texto Resiliencia Mag

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS