Que o tempo nos permita alguns reencontros sem culpas porque é bom sentir sempre mais uma vez. Porque mesmo a gente voltando para outros abraços só o nosso valerá a pena.
Tati Bernardi

Depois de 7 décadas de espera, Elizabeth Pullen, de 90 anos, pôde reencontrar a filha, Lynne Wray. Elas não se viam desde que a mãe deu a criança para adoção, há 70 anos. Mas graças à neta de Elizabeth, Wanda LeBlanc, Lynne foi encontrada.

A mãe, Elizabeth Pullen contou que ela sempre soube que um dia se reuniria novamente com a filha.

“Nós nunca desistimos. Quando você dá um presente (adoção), você sabe que algum dia ele vai voltar. Eu sabia que iria encontrá-la. Eu sabia que isso estava no plano de Deus. Eu sabia que a veria algum dia”, disse Pullen.

Mãe e filha comemoram o reencontro com uma sessão de fotos especial.

“Não paramos de conversar por uma semana inteira”, disse Pullen.

“E eu acho que podemos continuar falando para sempre. Porque ela é um anjo e pai teria ficado orgulhoso dela. Todos os meus filhos tiveram o mesmo pai. Ela se parece tanto com o lado do pai dela.

“Minha avó não está bem de saúde e muitas vezes questionou por que Deus a manteve nesta terra – agora ela sabe o porquê.”

Wray mora na Carolina do Norte. Pullen mora em Louisiana. Eles fizeram planos para reunirem as famílias no verão.

Aqui esta o video do reencontro:

É muito bonito ver um reencontro tão especial como esse, e como o tempo pode separar duas pessoas, mas se for parte do destino delas, elas iriam se reencontrar. O amor de uma mãe ultrapassa todas as barreiras, inclusive a do tempo.

A notícia é do site SÓ NOTICIA BOA, e você pode conferir a matéria completa por lá. Incrível não é?

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS