Uma ação inacreditável!

Em meio ao procedimento de ultrassom, Alexis Marrino que estava grávida, recebe uma noticia chocante: o feto era anencéfalo (nasceria sem cérebro).

A notícia destruiu todos os planos da futura mãe e abalou seu psicológico. Apesar da possibilidade legal de fazer o aborto, Alexis escolheu levar a gravidez até o fim.

Sweet McKinleigh Jade nasceu em 29 de julho de 2019 às 11:49 com apenas alguns fragmentos do crânio e do cérebro desenvolvidos.

Viveu por pouquissimo tempo, e uma hora depois do seu nascimento, ela veio a falecer. Alexis e seu marido Michael puderam abraçar e beijar a filha, dando-lhe muito amor e até batizando-a.

Antes de tomar conhecimento sobre a condição da filha, Alexis decidiu que iria amamentá-la. E até o fim da gravidez e além, ela sabia que seu corpo ainda produziria leite materno por algum tempo.

A mãe de Sweet começou a bombear seu leite, armazenando-o em potinhos que seriam doados a bebês de mães que não podem amamentar.

milk donation 2 545x727 - Mulher que perdeu filha, doa mais de 100 litros de leite materno a outros bebês!

Claro que o processo não foi nada fácil. “Houve dias em que chorei porque fiquei pensando: ‘Como é justo fazer isso pelo bebê de outra pessoa, em vez do meu?’”, desabafou. “Mas, apesar de tudo, continuei e finalmente consegui terminar! Eu queria deixar Sweet orgulhosa e gostaria de pensar que consegui.”

Os dezenas de litros de leite materno doados por Alexis ajudarão muitas mamães que não podem amamentar. A vida de Sweet foi levada muito cedo, mas seu legado perdurará graças à generosidade da sua mãe!

Com certeza sua ação mudou a vida de muitas crianças! Mais informações em Razões Para Acreditar.

RECOMENDAMOS


Flores e Poesias
Textos que perfumam a alma e a vida.

COMENTÁRIOS